Muito além do bem e do mal
No clássico de Alexandre Dumas (1802–1870), Os três mosqueteiros — que, na verdade, são quatro —, a elite da guarda real forma uma espécie de entidade autônoma e mitológica, um...
Dançando no vazio
Em sua obra máxima, Fahrenheit 451 (1963), o escritor norte-americano Ray Bradbury (1920–2012) recriou os limites da relação entre homens e livros, a partir de uma investigação política e social....
Marcas de nascença: carta à mãe
“Você me perguntou recentemente por que eu afirmo ter medo de você”, escreveu Kafka (1883–1924), aos 36 anos, na famosa carta que nunca enviou ao seu pai. “Como de costume,...
Barão Corvo: um homem invisível
Poucos são os escritores cujo mistério de suas vidas pode superar sua literatura. Sylvia Plath (1932–1963) e Oscar Wilde (1854–1900), em certa medida, viveram anos a fio atrás das cortinas...
A Beleza Secreta de Kent Haruf
Arquipélagos são conjuntos de ilhas que, apesar da proximidade, jamais se tocam. Os personagens de No Final da tarde, segunda parte da Trilogia da Planície, são como essas pequenas porções...