howard buten
howard buten
howard buten

Howard Buten (nascido em 1950, em Detroit, nos Estados Unidos) é escritor, psicólogo e palhaço, três profissões aparentemente inconciliáveis, mas que, no caso desse autor único, estão intimamente interligadas. Filho de uma atriz do Music-Hall, passou a infância fazendo teatro, treinando ventriloquia e aprendendo a tocar vários instrumentos musicais.

Buten, o escritor, mora na França, fala fluentemente francês, mas nunca deixou de escrever em sua língua materna. Seu primeiro romance, uma história narrada unicamente pela voz de um menino, foi publicado nos Estados Unidos em 1981, sob o título de Burt (o nome do protagonista). O livro passou quase despercebido, mas, no mesmo ano, uma tradução foi lançada na França com o novo título, Quand j’avais cinq ans, je m’ai tué (Quando tinha cinco anos eu me matei), ideia do tradutor francês Jean-Pierre Carasso, vendendo mais de um milhão de exemplares e, subsequentemente, sendo traduzido para mais de dezesseis idiomas.

Buten, o psicólogo, nasceu em 1974, obteve doutorado em psicologia clínica em 1986 e dedicou a carreira à tentativa de compreender as crianças autistas, tornando-se um especialista internacionalmente reconhecido sobre a doença. Em 1996, criou, na periferia parisiense, o Centro Adam Shelton, uma clínica que acolhe jovens acometidos por autismo.

O personagem Buffo, o palhaço, nasceu em 1974, nos Estados Unidos. Inspirado em Grock, o grande clown, compositor e músico suíço, acumulou mais de mil representações no continente americano até o final da década de 1970, estreando em 1987, no Teatro Le Ranelagh, em Paris. Seu sucesso foi imediato e, em 1998, ganhou o prestigioso prêmio Molière do teatro francês, como melhor one-man-show.

Em 1991, Howard Buten foi nomeado Cavaleiro da Ordem das Artes e Letras, umas das mais importantes condecorações concedidas pelo Ministério da Cultura da França.

Quando tinha cinco anos eu me matei
Quando tinha cinco anos eu me matei
Howard Buten
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}